SAC (44) 3112-0000

Exercício Físico e queima de gordura

Postado em 2 de maio de 2013 por Redação

Recentemente foi descoberto um hormônio denominado irisina liberado durante o exercício físico que ajuda a queimar gordura. Que o exercício físico ajuda a queimar gordura, isso não é novidade pra ninguém, mas como ele age na queima da gordura corporal isso sim é novidade, que a indústria farmacêutica já está vislumbrando em breve usar na formulação de medicamentos que potencialize a queima de gordura. Acredito que não devemos substituir em momento algum a prática de exercício físico pelo uso desta substância. Muito dos benefícios que o exercício promove vai ser minimizado pelo uso desta substância.

A pesquisa foi conduzida pelo Professor Bruce Spielgelman da Universidade de Harvard nos Estados Unidos, os dados da pesquisa foram publicados na revista Nature no início de 2012 e detectou a presença irisina no sangue de ratos e homens adultos submetidos a um período de exercício físico. Durante a prática de exercício uma série de proteínas é liberada na corrente sanguínea, uma dessas proteínas (hoje conhecida como proteína PGC1-alfa) é utilizada pelo organismo para produzir a irisina (também chamada de Fndc5), responsável por aumentar o consumo de energia.

Além do papel de aumentar o gasto calórico e queimar gordura a irisina se mostrou eficaz no controle do nível de glicose no sangue. Na pesquisa foi injetado o novo hormônio em ratos de laboratório obesos e resistentes à produção da insulina, hormônio que controla o açúcar no sangue, e os resultados apresentaram melhoras significativas na tolerância à glicose, e uma pequena perda de peso.

Depois da descoberta da irisina, o número de pesquisas e investigações sobre o assunto aumentou muito e hoje conhecemos um pouco mais da sua ação na redução do peso e controle da glicose sanguínea.

Foi descoberto que a PGC1-alfa produzida após a prática de exercício prolongado regula genes envolvidos no controle da pressão arterial, na regulação do colesterol celular, no controle do diabetes e no metabolismo energético regulando o peso corporal. Além destas funções a presença da PGC1-alfa induz a produção, pela parte interna da membrana externa da célula muscular do hormônio irisina.

A irisina promove à transformação de parte da gordura branca em gordura marrom, que possuí maior gasto calórico, contribuindo para o controle do peso corporal e redução a resistência a ação da insulina, promovendo o controle do diabetes. A gordura branca é rica em triglicerídeos e com a prática do exercício esta gordura diminui reduzindo o risco de problemas futuros.

Por isso o convite de hoje é para fazermos exercício, e para potencializar a perda de gordura faça o exercício após o jantar e não coma mais depois.

Sucesso para obter todos os seus objetivos.

 

 

Dr. Ricardo Vargas de Andrade

Nutricionista

 

4 Comentários
  • Evelyn

    Olá, Dr. Ricardo! Obrigada pelo artigo, muito esclarecedor!
    Há várias matérias na internet sobre a melhor alimentação para se fazer antes do exercício físico, qual a sua sugestão nesse caso? Não sei se posso confiar em tudo que tenho visto…
    Aguardo sua resposta. Obrigada! :)

Deixe o seu comentário!